segunda-feira, 13 de junho de 2011

pele diferente de epiderme

Quantas vezes olhamos para nós próprios e não nos reconhecemos na nossa própria pele? Será a nossa pele, o nosso ser? Ou será a nossa pele apenas a nossa epiderme? A pele é muito mais que um conjunto de células unidas de forma bem organizada e proporcional, é muito mais do que simples epiderme. A epiderme protege-nos, cobre cada fibra da nossa carne, não deixando que se danifique. É o nosso escudo e está em constante renovação. Já a nossa pele é bem complexa, pode ou não proteger-nos, pode ou não crescer, regenerar, pode ou não estar presente, pode ou não ser visível. Cada um de nós depara-se com inúmeras “peles” ao longo da sua vida e esperamos sempre que, pelo menos uma delas, seja a adequada para o nosso corpo, se identifique plenamente connosco e se encaixe na perfeição com a nossa epiderme. Só assim nos tornamos seres únicos naquele momento da nossa existência, sendo esse momento mais ou menos extenso, mais ou menos duradouro, mais ou menos estável, mais ou menos nosso.

Sem comentários:

Enviar um comentário