domingo, 15 de maio de 2011

resumir universos a palavras

ver os passos a deslizar pelo corpo.
são dedos, são mentiras,
é a astronomia sintética do voo.

tempestades de medo nos sorrisos
planos e _____.
dá-me uma palavra porque só peço duas.

toco num deserto sem nome,
na substância lunar dos poros.
abandono-me pelo esquecimento
e regrido ao início hipócrita das estrelas:
espaço-tempo onde te vejo.

Sem comentários:

Enviar um comentário